Connect with us

Geral

Emprego doméstico perde 826 mil postos de trabalho

Publicado

em

Segundo estudo do Instituto Doméstica Legal, o Brasil perdeu 826 mil postos de trabalho. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro foram 270 mil e 71 mil respectivamente em 2020 e 2021.

Um estudo realizado pelo Instituto Doméstica Legal mostrou que o emprego doméstico perdeu 826 mil postos de trabalho nos dois anos de pandemia, uma diminuição de 13,26%. Houve uma pequena recuperação no final do ano passado, mas além de não chegar ao patamar de 2019, não teve uma retomada de empregos com carteira assinada. Nos últimos meses do ano passado a informalidade aumentou 4,25%, passando de 71,39% em 2019 para 75,64% em 2021. O estudo foi realizado com base na comparação da PNAD do IBGE do 4º. Trimestre de 2019 com o 3º. Trimestre de 2021.

Além do estudo Brasil, o Instituto fez também um levantamento dos Estados do Rio e de São Paulo, que possuíam um maior número de empregados domésticos com carteira assinada.

Comparando a PNAD do 3º. Trimestre/2021 com a PNAD do 4º. Trimestre de 2019 antes da pandemia da COVID-19.

1 — Brasil
Conforme demonstrativo do anexo 1, o Brasil perdeu 826.000 postos de trabalho no emprego doméstico, equivalente a uma diminuição de 13,36%. Outros pontos negativos foram:
1.1 – Aumento da INFORMALIDADE, passando de 71,39% para 75,64%, um aumento de 4,25%;
1.2 — Diminuição de FORMALIDADE, passando de 28,61% para 24,36%, uma diminuição de 4.25%.

Em resumo, o 3º. Trimestre de 2021 em relação ao 4º. Trimestre de 2019, foi bem negativo com a perda de 826.000 postos de trabalho e o aumento da Informalidade.

Estímulos para melhorar o emprego doméstico – Segundo Mario Avelino, Presidente do Instituto Doméstica Legal, para que haja recuperação desse segmento, é preciso que se tenham estímulos, da mesma forma que o Congresso Nacional e o governo dão às empresas e empreendedores. “Mas o que vemos, principalmente por parte do poder Executivo, é o descaso com a categoria doméstica. Temos três Projetos de Lei, que criam estímulos as melhorias do emprego doméstico, mas infelizmente estão parados no Congresso Nacional” diz Avelino.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE

ESTAMOS NO Facebook

Copyright © 2017 Política na Rede