Connect with us

Destaques

Depois de receitar hidroxicloroquina, Hapvida orienta médicos a não pedirem teste da Covid para pacientes

Publicado

em

Um dos maiores operadores de planos de saúde do país, o Hapvida Saúde está orientando médicos a não receitar exames RT-PCR para pacientes com suspeita de Covid-19. Esse tipo de teste é considerado o mais confiável para detecção da doença. A denúncia foi publicada pelo jornal Folha de São Paulo.

Segundo a matéria, os gestores da empresa orientam os médicos a receitar o exame do tipo sorológico (de sangue) mesmo para pacientes com sintomas da Covid. O PCR era sugerido como opção a ser utilizada em casos especiais. A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) obriga por meio de resolução que os planos de saúde autorizem de forma imediata a realização do exame RT-PCR para o diagnóstico da doença.

A Hapvida esteve no centro de uma polêmica na pandemia com a prescrição da hidroxicloroquina para o tratamento de pacientes com suspeita de Covid, além de manter apenas serviços de teleatendimento para atender os usuários que buscavam diagnóstico. A empresa alegava que se valia do histórico do paciente para obrigar seus médicos a prescreverem o medicamento considerado ineficaz e perigoso para pessoas com históricos de patologias cardiológicas.

Pacientes reclamam que foram prescritos com ivermectina e hidroxicloroquina para seus tratamentos contra a covid por meio de teleconsultas. A expectativa é de que associações de usuários de planos de saúde acionem a empresa por meio da Justiça para exigir danos morais e à saúde por conta dessa obrigatoriedade feita pela Hapvida aos seus profissionais médicos.

A empresa tem sido campeã de reclamações em sites como o Reclame Aqui pela prestação de serviços. Na capital baiana, usuários de planos individuais e coletivos apontam diversas insatisfações nos atendimentos de urgência. Nas consultas e cirurgias eletivas, as queixas são de morosidade para liberação e disponibilidade de agendas dos poucos profissionais considerados inexperientes.

A Hapvida não se manifestou sobre a recomendação de testes sorológicos, segundo informou a Folha.

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE


ESTAMOS NO Facebook

Copyright © 2017 Política na Rede