Connect with us

Geral

CEASA em luta: Ambulantes protestam pelo direito de trabalhar

Publicado

em

Trabalhadores informais da Ceasa de Simões Filho realizarão nesta terça-feira (31), às 5h da manhã, em frente à entrada do espaço, um protesto pelo direito da continuidade do trabalho informal após a requalificação do equipamento. Cerca de 2500 profissionais são esperados no ato.

Durante os mais de 6 anos em que o projeto de concessão foi desenvolvido, não houve cadastramento, nem garantia de que os profissionais possam continuar trabalhando.

A consulta pública para a concessão do equipamento ocorrerá nesta quarta-feira (1/09) e até o momento, os ambulantes não sabem se poderão continuar a desempenhar o trabalho dentro do espaço após a reforma.

“Queremos que o governo prorrogue para fazer uma coisa que não venha a prejudicar ninguém, principalmente as pessoas menos favorecidas. O governo do estado em momento nenhum procurou dialogar com os trabalhadores, a comunidade que forçou essa comunicação”, declarou o presidente da Associação Beneficente do Bairro Nova Esperança (ABENE), Osvaldo Santos.

Segundo o presidente da ABENE, cerca de 80% dos moradores da região trabalham informalmente dentro da CEASA e a remoção dos trabalhadores pode resultar em danos imensuráveis aos bairros da região.

“É preciso pensar em como acolher essas famílias. Nós queremos uma CEASA descente. Mas, que pense nas condições de vida dos trabalhadores. Afinal, a história desse local foi construída também por moradores da região”, reforçou Osvaldo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE


ESTAMOS NO Facebook

Copyright © 2017 Política na Rede