Connect with us

Geral

Boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco

Publicado

em

Um novo sistema de compensação para os boletos bancários, criado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com a rede bancária, vai permitir que boletos vencidos possam ser pagos em qualquer banco a partir de março.

A nova plataforma irá aperfeiçoar o modelo atual, no qual nem todos os boletos são registrados em uma base de dados que possa ser consultada por todas as instituições financeiras. A partir de março, os emissores dos boletos deverão passar a registrá-los no seu banco de relacionamento com as informações necessárias.

Além de maior facilidade para pagar contas, o objetivo do novo sistema é proporcionar maior segurança ao sistema bancário, reduzindo inconsistências de dados, pagamento em duplicidade e fraudes ao permitir a identificação do CPF do pagador, o que facilita o rastreamento de pagamentos.

Todas as informações que obrigatoriamente devem constar do boleto, tais como CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador, conforme norma do Banco Central, deverão ser incluídas na nova plataforma.

Dessa forma, os bancos poderão melhorar o gerenciamento de todos os boletos que forem postados para os pagadores, de forma a combater o envio de boletos indevidos, inclusive boletos de proposta sem a autorização do cliente.

Anualmente são pagos no país cerca de 3,5 bilhões de boletos bancários relacionados a venda de produtos ou serviços.

A partir do início da operação do novo sistema, quando o consumidor fizer o pagamento, mesmo de um boleto vencido, será feita uma consulta à plataforma para checar as informações. Se os dados do boleto que estiver sendo pago coincidirem com aqueles que constam no sistema, a operação é validada.

No entanto, se houver divergência de informações, o pagamento do boleto não será autorizado e o consumidor somente poderá realizar o pagamento no banco que emitiu a cobrança, já que apenas esta instituição financeira terá condições de fazer as checagens necessárias neste caso.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE


ESTAMOS NO Facebook

Copyright © 2017 Política na Rede