Marketing vencedor: André Ferraro vence duas eleições na RMS e projeta futuro da comunicação política

Profissional teve que vencer a Covid e mesmo na UTI conseguiu manter o trabalho nas campanhas

Um trabalho discreto de alguém que evita aparecer aos holofotes e nunca atribui poderes mágicos a comunicação, mas com a dupla vitória em Madre de Deus e Candeias, André Ferraro, publicitário e cientista político, se tornou o profissional de comunicação mais vencedor nas eleições da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Referência em estratégias de campanhas, com sua empresa Crop Comunicação, Ferraro como é conhecido no meio político, tem sido considerado como um dos melhores experts em comunicação política e institucional do mercado. Em Madre de Deus, onde ajudou a eleger Dailton Filho (PSB) para prefeito, conduziu três campanhas vencedoras para o Executivo municipal. “Madre de Deus é um caso à parte. Uma cidade que adoro, onde tenho muitos amigos, e que acompanho sempre, o que acaba facilitando o trabalho. Essa é a terceira vitória em 12 anos. Uma com Nita [Oliveira], uma com Carmen [Gandarela] e outra agora com Dailton Filho. No caso dessa eleição de Dailton, foi apenas direcionar as ações, pois a cidade queria uma mudança, e a equipe de trabalho era brilhante. O engajamento dos jovens com a candidatura fez a alma da campanha, rompendo com o paradigma da região, de que a força da máquina sempre ganha. Foi uma grande conquista da política limpa, da verdadeira democracia, um sopro de esperança.”

O talento de Ferraro também transformou a campanha de Dr. Pitágoras (PP) na vizinha Candeias. André Ferraro pontua que a boa avaliação do candidato favoreceu a estratégia de tornar a campanha mais popular e facilmente acolhida pelo eleitor. “A situação de Candeias é a clássica reeleição de um governo bem avaliado e com apoio do povo. Chegamos com o processo andando, e com o trabalho excepcional de Walter Kraus, alinhamos o conteúdo dos vídeos a essa característica popular, mostrando como era a cidade antes dele, o trabalho que Pitágoras faz, modernizando a cidade e a gestão, e o que vai fazer, rompendo com anos de estagnação, iniciando um novo ciclo de desenvolvimento. Soubemos explicar isso de forma legal e atrativa, e consolidamos a vitória.”

Ferraro lembra do desafio de conduzir o trabalho mesmo acometido pela Covid e tendo que se internar em UTI, mas manteve o compromisso com a eleição de seus clientes e cita a cidade de Campo Formoso como exemplo. “O mais difícil desse ano foi ter que ficar trinta dias dos setenta e cinco dias de campanha no hospital, sendo dezoito dias na UTI, com Covid-19. O trabalho ajudou na cura, pois não deixei de fazer as coisas remotamente até nas horas mais complicadas, quando faltava ar. Isso me fez pensar muito, e logo do início tive que abrir mão de trabalhos já iniciados em outras cidades, me concentrando na RMS, com excessão de Campo Formoso, onde tinha um compromisso com o deputado Elmar Nascimento e tivemos a mais espetacular das vitórias.”

“Em Campo Formoso vencemos uma eleição contra Rose, uma prefeita com boa avaliação, irmã do deputado estadual Adolfo Menezes, com todo apoio do governo do estado. Um case de persistência no foco, no discurso correto e sincero de Elmo Nascimento, trabalhado com a equipe da Ideia 3 e da New Tab, em com o pessoal local em harmonia. Elmo tem um novo perfil, profissional e contemporâneo, que confiou no nosso diagnóstico inicial, e sempre acreditou em um novo momento político que a cidade mostrava querer, de uma prefeitura para todos. Uma vitória de lavar a alma, pela dificuldade e responsabilidade.”

Falando sobre o peso da comunicação nas campanhas eleitorais, Ferraro afirma que não existem milagres ou fórmulas mágicas para o sucesso. “Sei que muita gente do segmento adora se vender como milagreiro. Respeito, mas não gosto disso. Tudo parte de um correto diagnóstico, com pesquisas e multidisciplinar. Também vejo muita gente que se coloca como responsáveis em eleições relativamente fáceis, especialmente em reeleição e sucessão de prefeitos bem avaliados. Gosto do desafio de ganhar na oposição. Em 2016 ganhamos uma eleição em Vitória da Conquista, junto com a grande jornalista e professora Maria Marques, contra a força do PT e seus vinte anos no poder. Esse ano iríamos fazer algo parecido em Lauro de Freitas, mas não acertamos com o cliente, e fomos pra outros desafios. O importante é que tivemos vitórias em 80% das campanhas, com esse destaque para a Região Metropolitana onde fui obrigado pela saúde a manter o foco. Fiz o meu trabalho da melhor forma possível, mas estou feliz mesmo é em estar vivo e poder respirar.”

De maneira simples, Ferraro projeta os próximos passos profissionais. “O desafio do futuro será produzir conteúdos atrativos para diversos públicos segmentados e causas relevantes, e principalmente fazer esses conteúdos chegarem ao alvo, que foi a grande dificuldade esse ano, junto com a indústria de pesquisas falsas. E nesse sentido, isso não pode acontecer em poucas semanas, mas obriga a um trabalho de médio e longo prazos, tanto para candidaturas majoritárias ou proporcionais. Um desafio de construção e ampliação de audiência em redes sociais, especialmente em WhatsApp, com mensagens capazes de criar mobilização e compartilhamentos orgânicos. Esse é o foco dos nossos estudos para 2022”, finalizou.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM