Salvador: Políticos resolvem atacar profissionais de imprensa por não concordarem com análises ou apurações

O Jornalismo é importante para a sociedade. Algumas vezes elogiado, poucas vezes premiado, muitas vezes amaldiçoado e sempre solicitado, o trabalho jornalístico tenta sobreviver às duras penas.

Virou modinha na capital baiana, o ataque de políticos quando conteúdos não são agradáveis aos seus olhos. Ligações telefônicas, mensagens e até mesmo processos judiciais são instrumentos utilizados pelos personagens eleitos pelo voto popular. Não é de se estranhar, pois até mesmo, alguns colegas que ocupam postos ao lado dos gestores e legisladores incentivam tal conduta como ponto comum em várias situações.

Para surpresa de todos, tal comportamento não é exclusivo de políticos da direita e do conservadorismo. Integrantes da esquerda – os mesmos que divulgam cards e protestam em zelo pelo trabalho da imprensa nas redes sociais – não se fazem de rogado ao exigirem saber quem “deu tal informação, quem foi a fonte ou como o jornalista soube”.

Fica a dica para os “senhores e senhoras” do poder: mantenham suas posturas de pessoas públicas e suscetíveis a questionamentos. Fora disso, suas assessorias precisam ter a noção que do outro lado do balcão existem colegas de profissão, estes sem qualquer necessidade de ouvir seus impropérios e ameaças vazias.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM