Em live entre Major Denice e governador Rui Costa, plataforma digital ‘Salvador, Mãe de Todos’ entra no ar

Entrou no ar agora pela manhã, durante encontro virtual entre a Major Denice e o governador Rui Costa, a plataforma digital do movimento ‘Salvador, Mãe de Todos’, lançada para escutar a opinião da população de Salvador sobre problemas sociais e soluções para as necessidades da capital baiana. Hospedado no endereço eletrônico www.salvadormaedetodos.com.br, o site abriga um texto-manifesto sobre a necessidade de pensar o futuro de Salvador e os seus potenciais enquanto quarta maior capital do País. As pessoas que acessam a plataforma podem mandar propostas temáticas para colaborar com esse movimento de reflexão.

O governador Rui Costa e a pré-candidata petista Major Denice frisaram, durante o encontro online, que o movimento ‘Salvador, Mãe de Todos’ tem o objetivo de refletir sobre o futuro da cidade e de novas formas para cuidar melhor das pessoas da capital “Salvador é essa mãe que ama seus filhos indistintamente. E, também por isso, Salvador precisa cuidar dos seus filhos. Seus filhos estão olhando para essa mãe, essa grande mãe, e pensando e cobrando cuidado por parte dela”, afirmou Major Denice ao convidar o governador para se juntar a esse movimento de reflexão.

As contribuições enviadas ficarão disponíveis de forma pública. O site também disponibiliza um calendário com os próximos passos do movimento, como plenárias virtuais, lives de discussão, reuniões para debater a cidade, além de espaços com opiniões da pré-candidata do Partido dos Trabalhadores à Prefeitura de Salvador.

O governador Rui Costa, que tem na sua trajetória a marca do olhar especial para as questões sociais, frisou que a cidade tem precisado de cuidado, de um olhar de mãe. “Nada é tão importante quanto o sentimento de pertencimento. Salvador precisa desse rosto bonito, de um sorriso lindo, de uma mãe negra”, afirmou.

“Para mim, tudo isso que conversamos tem uma simbologia grande, que não é da obra, do concreto, mas de cuidar e salvar vidas humanas. O sentimento que eu tenho, quando faço uma encosta e vou visitar, é de que ali não vai morrer mais ninguém, de cuidado com aquelas pessoas. Cada vida humana salva vale a pena’, disse o governador, lembrado da sua mãe, que montou uma creche na rua em que moravam, na Liberdade, para cuidar dos filhos dos vizinhos.

Major Denice relembrou também da sua mãe, do seu pai, e dos tempos de infância e juventude nos bairros São Gonçalo do Retiro, Sertanejo e Barros Reis, onde ela morou com os quatro irmãos e outras crianças acolhidas. “Eu sou a menina do São Gonçalo e o senhor o menino da Liberdade. E eu sempre lembro dos meus pais e penso que preciso retribuir aos meus pais o cuidado que eles me ensinaram. Eu aprendi com eles a cuidar de pessoas”, relembrou.

A petista lembrou do que o governador já fez para cuidar de Salvador. “O senhor fez obras que não ligaram a cidade só fisicamente com construção e duplicação de avenidas, mas ligou cidades que eram apartadas, provocou a troca entre pessoas de experiências de vidas diferentes”, disse, lembrando da ligação da BR-324 com o Lobato, no Subúrbio de Salvador, o Metrô e a Avenida 29 de março. “Imagine que, antes, sair de Paripe para para Stella Maris era muito difícil”.

Também enviaram vídeos com contribuições sobre o tema do bate-papo os presidentes do PT da Bahia e de Salvador, Éden Valadares e Ademário Costa, a vereadora e líder da oposição na Câmara Municipal, Marta Rodrigues, o vereador Luiz Carlos Suíca, a vereadora Ana Rita Tavares, o secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia Nelson Pelegrino, a secretária da Promoção da Igualdade Racial Fabya Reis, o secretário da Educação Jerônimo Rodrigues e o presidente do Conselho Curador da Fundação Perseu Abramo e ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM