Presidente teme impeachment se vetar fundo eleitoral

O presidente Jair Messias sinalizou nesta quinta-feira (2) que deve sancionar o fundo de R$ 2 bilhõe para custear campanhas eleitorais em 2020 para não cometer crime de responsabilidade.  Jair Messias disse ainda que tem de “preparar a opinião pública” para não ser “massacrado” sobre a sua decisão. No final de dezembro o presidente declarou que buscava uma “brecha” para vetar o fundo proposto por ele mesmo ao Congresso.  A negociação sobre o fundo eleitoral desgastou a articulação política do Planalto. O Congresso Nacional chegou a articular aumento para R$ 3,8 bilhões do fundo, mas ouviu do governo que só seriam aceitos até R$ 2,5 bilhões. Agora, o valor ficará em torno de R$ 2 bi.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM