“Foi fundamental a mobilização”, diz Marta após Neto anunciar veto ao projeto de Aleluia

Líder do PT na Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Marta Rodrigues disse, nesta quinta-feira (19), que o anúncio do prefeito ACM Neto de que irá vetar o projeto de Aleluia que tira o nome de Paulo Freire de uma escola municipal, traz alívio e sensação de dever cumprido por parte dos movimentos sociais que se mobilizaram nos últimos dois dias contra a proposição. “O veto a esse projeto retrógrado, nitidamente persecutório, nos mostra que valeu a pena a mobilização feita por vereadores da oposição, da bancada do prefeito, professores, estudantes e diversos setores da sociedade civil”, disse a petista. O projeto foi aprovado na última terça-feira (17) sem ter entrado na ordem do dia da Casa, o que levou vereadores da oposição e até mesmo da bancada do prefeito a protestar. “Além de não ter entrado em acordo par ser votado, a ementa do projeto de Lei funcionou como verdadeira técnica de camuflagem do objetivo da norma, escondendo do Parlamento e dos cidadãos e cidadãs que a intenção verdadeira foi alterar o nome da Escola Municipal Educador Paulo Freire”, declarou a vereadora. No projeto, Aleluia alterava o nome da escola para José Bonifácio, o patriarca da independência. “Não se pode mudar o nome de uma escola assim, com uma caneta, sem conversar com a comunidade, com os professores, com os alunos. Sem debate nenhum. O conteúdo do Projeto dele é, intencionalmente, de uma sanha persecutória a Freire, sob o guarda-chuva do projeto Escola Sem Partido, no âmbito nacional e local, explorado por representantes políticos que não querem enfrentar os problemas reais da educação brasileira”, acrescentou. Marta lembra que Paulo Freire é considerado o patrono da educação brasileira por meio da Lei Federal nº 12.612/2012, além de ser um dos filósofos mais citados em artigos nacional e internacionalmente. “Acumula mais de 40 títulos de Doutor Honoris Causa. Salvador não pode apagar da sua história e da sua memória coletiva a forma simbólica de homenagem a Paulo Freire, e seu incontestável legado, na denominação dada a uma escola da Rede Municipal”, pontuou.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM