A história da Conceição da Praia coincide com a de Salvador”, diz Fabíola Mansur

Uma cerimônia marcada pela fé, devoção e muita emoção. Assim foi a homenagem realizada na Assembleia Legislativa dedicada aos 470 da Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, padroeira única e oficial da Bahia. A sessão especial, proposta pela deputada Fabíola Mansur (PSB), também homenageou a organização mantenedora da Basílica, que é a Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora da Conceição da Praia, que completa 376 anos. “Homenagear Conceição da Praia é algo tão valoroso para nós e vai além da questão religiosa. Homenagear essa Basílica é reafirmar nosso respeito à santa que tem uma representatividade muito importante na identidade cultural do povo baiano”, disse Fabíola. Em sua fala, a deputada destacou o valor simbólico da homenagem para o Legislativo baiano. “Tem um simbolismo importante para esta Casa porque foi acatando à escolha unânime da Assembleia Legislativa da Bahia que o Santo Papa Paulo VI proclamou a Nossa Senhora da Conceição da Praia como a Padroeira oficial do nosso Estado”, discursou Fabíola, que emendou. “Um momento histórico para mim, na condição de católica, baiana, mulher e representante popular porque a devoção à nossa Senhora da Conceição da Praia coincide com a própria história da nossa cidade do Salvador, uma vez que fora trazida pelo primeiro governador-geral do Brasil, Tomé de Souza, que construiu a primeira capela feita de taipa para louvar Nossa Senhora. E o nome Conceição da Praia surgiu em criação da própria população e a Festa de Conceição é uma das maiores expressões culturais do povo baiano e soteropolitano”. A solenidade contou com as presenças da juíza da Irmandade que faz a gestão da Basílica, a devota Marília Gabriela, do bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Marco Eugênio, do reitor e pároco da Basílida de Conceição da Praia, o padre Adilton Pinto Lopes, o major César Santiago, comandante da CIPM do Comércio, além de representantes da Secretaria de Turismo do Estado e da Secretaria de Cultura.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM