Dia em Memória dos Mártires dos Búzios é comemorado com caminhada e sessão especial na Câmara Municipal de Salvador

Com o objetivo de reforçar a importância do 8 de Novembro como Dia Municipal em Memória dos Mártires dos Búzios, a Câmara Municipal de Salvador irá realizar nesta mesma data, próxima sexta-feira, a partir das 15 horas, uma sessão especial no plenário Cosme de Farias onde os heróis e heroínas da revolução baiana serão homenageados. A sessão ocorre logo após a Caminhada de Retorno dos Mártires da Revolta dos Búzios, que será feita a partir das 14 horas da Praça da Piedade até à Câmara. O trajeto é o inverso daquele feito no dia da morte de Lucas Dantas, Manuel Faustino, João de Deus e Luiz Gonzaga. Os quatro foram enforcados e esquartejados na Praça da Piedade no dia 8 de novembro de 1799. O Dia Municipal em Memória dos Mártires dos Búzios é fruto de um projeto de lei apresentado pela vereadora Marta Rodrigues (PT), solicitante da sessão especial, e aprovado no legislativo soteropolitano no dia 2 de outubro, atendendo a demanda do Movimento Negro. “É muito importante que realizemos uma sessão especial para marcar esta data, uma conquista do Movimento Negro que há muito tempo apresentava essa demanda. Precisamos de datas que enalteçam nossa memória e nossa história, que infelizmente vem sendo contada pelos livros pelo olhar do colonizador”, disse a vereadora. Segundo Marta, a data tem o objetivo de fortalecer a história do povo baiano, lembrando o dia em que eles foram esquartejados na Praça da Piedade por liderarem uma revolução que buscava o fim da escravidão e a justiça social. “A criação desse Dia busca registrar a história do Brasil reconhecendo o protagonismo do povo negro, que ao longo dos anos vem sendo invisibilizado. Nossos heróis já estão inclusos no livro de Heróis da Pátria, nada mais justo a criação de um Dia Municipal”, acrescentou. Caminhada- A Caminhada de Retorno dos Mártires da Revolta dos Búzios é um ato organizado pelo Fórum de Entidades Negras da Bahia (FENEBA), em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), a Câmara Municipal e a Portfolium. A caminhada sai da Praça da Piedade a partir das 14 horas, com destino à Câmara Municipal, onde funcionou a prisão e de onde, em 8 de novembro de 1799, os quatro líderes da Revolução dos Búzios saíram para ser mortos.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM