O sonho de Ciro Gomes com a realidade de Leo Prates no caminho ao Palácio Thomé de Souza

Diversos movimentos no PDT em Salvador estão pressionando a direção nacional a confirmar um nome de peso nas eleições da capital baiana. Nos bastidores, pedetistas brigam para ampliar a bancada na Casa do Povo: o partido conta com um único representante, o decano Odiosvaldo Vigas. Nos bastidores da Câmara Municipal de Salvador, a ida do secretário de saúde e deputado estadual Leo Prates foi tema de rodas de conversas durante a sessão ordinária desta quarta-feira (23). A expectativa é de que a vinda do presidente Carlos Lupi à capital baiana, nesta quinta-feira (24), seja o pontapé inicial dado por Ciro para a sua legenda ter Léo Prates como candidato a prefeito. Segundo representantes do PDT, seria o próprio Ciro quem entrou em contato com a diretoria municipal para “agilizar” a filiação e provável candidatura de Leo Prates no pleito municipal de 2020 visando alcançar “voos ainda maiores” em 2022. “Ciro sonha em dobradinha com Neto”, especulam. O relacionamento entre Ciro Gomes e o clã Magalhães é de longa data. Em 2002, Ciro foi o candidato do PFL a presente da República. Em 29 de julho de 2002, ACM declarou seu apoio ao candidato Ciro durante um encontro com empresários em São Paulo. “No governo Ciro Gomes, que fique logo claro, nem A, nem B nem C vão mandar. Quem vai mandar é Ciro Gomes, com a equipe que ele vai escolher”, disse o saudoso “cabeça branca”.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM