Marta Rodrigues critica o corte de verbas na UFBA

Presente no ato em favor da educação e contra o corte de verbas na Universidade Federal da Bahia (UFBA), na manhã de quinta-feira (3), a vereadora e líder do PT na Câmara Municipal, Marta Rodrigues, disse que o momento é de permanecer nas ruas para pressionar o governo federal e inibir o sucateamento da instituição. “A UFBA está passando por um momento gravíssimo, com corte de energia em diversos corredores, salas sem ar-condicionado, é uma situação que vai acabar comprometendo a qualidade do ensino e o desempenho dos alunos com possibilidade de cortes em diversos cursos de pós-graduação”, afirmou.

Ela diz ser importante lembrar que quem perde não são só os estudantes e os professores, mas também a população. “Perde também as comunidades do entorno onde essas instituições chegam com atendimentos diversos: médicos, veterinários, psicológicos, apoio jurídico, fisioterapêuticos, entre outros, via projetos de extensão. Precisamos permanecer nas ruas e a juventude tem papel fundamental nisso tudo. Hoje, vimos que vão ser os jovens que vão dar o pontapé inicial nessa luta pela educação superior e de qualidade”, concluiu.

Conforme Marta, outro fator que tem preocupado os corpos docente e discente é a segurança. “O que Bolsonaro tem feito é um grande retrocesso para a educação superior. Na instituição, há um grande temor não só pela redução de aulas e de cursos de pós, como também por conta da insegurança que pode prevalecer nos campis”, declarou. Para a vereadora, os cortes por parte do Ministério da Educação fazem parte do plano de Bolsonaro de diminuir a capacidade de conscientização política dos alunos para que eles não se manifestem contra a queda da qualidade do ensino. “O bloqueio de 40% da verba e o corte de 82 bolsas de pós-graduação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior é um grande absurdo. Isso tudo pode inviabilizar atividades do ensino e pesquisa da pós-graduação. É um impacto em toda a vida universitária”, finaliza.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM