Edvaldo Brito protestou contra descaso com a universidade pública

Formado pela Universidade Federal da Bahia e professor de direito há 45 anos na instituição, o vereador Edvaldo Brito (PSD) protestou da tribuna da Câmara Municipal de Salvador, na sessão desta quarta-feira (2), contra o que chamou de desmonte do ensino superior pelo governo federal. Para exemplificar ele exibiu a matéria do jornal Correio, com o título “Direito da UFBA na escuridão”, relatando as consequências dos cortes de recursos nas universidades federais. “Esta faculdade me deu régua e compasso”, frisou.
Às vésperas de completar 82 anos de idade, o vereador conclamou todos os colegas a se envolverem na luta em defesa do ensino público de qualidade: “O único presente que eu desejo é que a Câmara se solidarize com o reitor João Carlos Sales, com o diretor da Faculdade de Direito, Júlio Rocha, e com o povo da Bahia”.

Pacote de maldades – O presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior (SD), apoiou a manifestação de Edvaldo Brito: “Esta é uma luta que merece o respeito e atenção de todos os vereadores desta Casa”.  Vários vereadores se associaram ao pronunciamento de Edvaldo Brito. O presidente da Comissão de Educação, Toinho Carolino (Podemos), classificou como absurdo o descaso com o ensino superior. E atacou: “O presidente Bolsonaro não tem o mínimo bom senso e responsabilidade com a educação pública do país”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM