Gigante do turismo, Thomas Cook quebra e deixa 600.000 clientes sem voo ao redor do mundo

O grupo britânico Thomas Cook, segundo maior operador global de viagens e turismo e o mais antigo do setor no mundo, declarou falência após o fracasso das negociações emergenciais com seu principal acionista e seus credores para obter um resgate, confirmou a Autoridade de Aviação Civil britânica (CAA) nesta segunda-feira (23).

A companhia, que empregava 22.000 pessoas, sendo 9.000 no Reino Unido, “interrompeu suas operações com efeito imediato”, conforme indicou o órgão regulador em nota, embora tenha atualmente 600.000 turistas (um quarto deles britânicos) retidos nos seus destinos mundo afora, à espera de voos. Os países com mais turistas afetados pela quebra são Grécia, Turquia, Tunísia e Espanha, informou a Embaixada do Reino Unido em Madri nesta segunda.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM