CRMV-BA comemora 50 anos com aprovação de lei estadual que limita cursos superiores de saúde a distância

Com a típica animação baiana, os 50 anos de criação do Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia (CRMV-BA) foram festejados em três eventos. No dia 2 de setembro, duas sessões especiais marcaram a data no parlamento baiano, uma na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e outra na Câmara Municipal de Salvador (CMS). No dia seguinte (3), o regional realizou cerimônia de posse da nova diretoria (triênio 2019-2022) e aproveitou a solenidade para homenagear profissionais que prestaram relevantes serviços à Medicina Veterinária e reconhecer o trabalho dos funcionários que mantêm o funcionamento da autarquia. Para fechar com chave de ouro, no mesmo dia 3, o deputado estadual e médico-veterinário responsável pela sessão especial na Alba, Tiago Correia (PSDB), conseguiu a aprovação do Projeto de Lei nº 23.230/2019, que limita em 20% as aulas na modalidade a distância nos cursos de saúde na Bahia. O PL foi aprovado em 1º e 2º turnos e agora segue para sanção do governador da Bahia, Rui Costa. Nas três cerimônias, o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Francisco Cavalcanti, manteve seu firme posicionamento contra o ensino a distância para área de saúde. “Somos pela qualidade do ensino, pela formação adequada dos profissionais que chegam ao mercado de trabalho, o que já é preocupante dos egressos de cursos presenciais, que se proliferam assustadoramente pelo Brasil, sem nenhum tipo de avaliação. Imaginem a preparação de alunos de ensino a distância de um curso que requer tantas atividades práticas? Não podemos permitir”, disse. De acordo com o presidente, não há previsão de curso a distância nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais da graduação de Medicina Veterinária, recém aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação, e as instituições de ensino superior têm dois anos para se adaptarem. “Vamos continuar lutando para que esses cursos a distância de Medicina Veterinária sejam cancelados e para que os Conselhos profissionais participem da autorização de novos cursos junto ao MEC”, defendeu. Como órgãos públicos com a função típica de estado de fiscalizar, Cavalcanti alertou que “a missão do Sistema CFMV/CRMVs é fiscalizar e orientar o colega para dar segurança à sociedade de que os serviços veterinários prestados são de qualidade. Por isso, a nossa preocupação de que os profissionais passem por sólida formação acadêmica, evitando que sofram com processos éticos”, afirmou.Esse também é o pensamento do recém-empossando presidente do CRMV-BA, Altair Santana. “Trabalhamos para proteger a saúde da população e fazemos isso fiscalizando o exercício profissional. Essa defesa da sociedade acontece quando atuamos para permitir que apenas os bons médicos-veterinários e zootecnistas continuem prestando os serviços aos consumidores”. Homenagens – A ex-presidente do CRMV-BA, Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida, que já cumpriu dois mandatos à frente do Conselho (2013-2016 e 2016- 2019), foi homenageada na sessão da Câmara Municipal, proposta pelo vereador Marcos Mendes (PSol). Médica-veterinária há 34 anos, Ana Elisa é doutora em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres pela Universidade de São Paulo (USP) e recebeu esse reconhecimento profissional pela sua atuação nas gestões da autarquia e também pela dedicação à academia como professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA). No último evento comemorativo, três funcionários do Conselho também receberam certificados de reconhecimento pelo trabalho que desempenham. Alzenir Barros da Silva, assistente administrativa há 35 anos no CRMV-BA; Alexander Ferreira Ramos, coordenador de Fiscalização 14 anos de serviços prestados ao regional e o assistente administrativo Osvaldo Freitas de Oliveira Júnior funcionário do Conselho há 11 anos. Os três profissionais foram eleitos pelos colegas em votação ratificada pela diretoria, pela dedicação, compromisso e realizações que contribuem para desenvolvimento dos trabalhos no regional. Para encerrar a noite, o médico-veterinário Luciano José Costa Figueiredo recebeu o Prêmio “Fúlvio Alice”, concedido a profissionais com destacada atuação na Medicina Veterinária. Doutor em Medicina Veterinária pela Escola Superior de Veterinária- Hannover, da Alemanha, Figueiredo atualmente é professor titular da UFBA e presidente da Associação Baiana de Buiatria.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM