Câmara Municipal de Salvador discute legado do abolicionista Luiz Gama

Estudantes e professores de escolas públicas prestigiaram na tarde de quinta-feira (22), no Centro de Cultura da Câmara Municipal apresentações artísticas, declamação de poemas e exposições que valorizaram a memória do povo negro. As atividades fizeram parte do projeto ‘Diálogos Negros’, idealizado pela Associação Cultural Manuel Faustino, que nesta primeira edição homenageou a data de morte (24 de agosto) e o legado do abolicionista, escritor e advogado Luiz Gama (1830-1882).

“Apresentar um evento como esse no Centro de Cultura é de extrema importância. Nós conseguimos atingir nosso público alvo que são os estudantes de escolas públicas, que tem a necessidade de conhecer quem foram os líderes e personalidades negras e hoje eles puderam entender o legado do abolicionista negro, Luiz Gama”, afirma a presidente da Associação Cultural Manuel Faustino, Diulice Vitório.

Participaram dos diálogos, pesquisadores nas áreas de história, literatura e antropologia. Entre os convidados estavam o professor Jair Cardoso, que é Mestre em Crítica Cultural, advogado e historiador; professor Silvio Roberto dos Santos Oliveira, Doutor em Teoria e História Literária e professor titular da Universidade do Estado da Bahia (Uneb-Alagoinhas); e o professor Marielson Carvalho, Doutor em Literatura e Cultura Afro-brasileira, Africana e Baiana, escritor e fotógrafo.  O evento ainda contou com o relançamento do livro “Sob a Luz do Perdão”, da escritora Eliane Aquino.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM