O jornalismo baiano não está ameaçado

Em tempos em que o jornalismo profissional é desafiado pela disseminação de notícias falsas e também pela presença de agentes políticos sem qualquer responsabilidade, reafirmar a importância dos que fazem o noticiário político baiano é primordial.

O jornalismo precisa ser feito com responsabilidade e sensatez. Quem está no poder público também precisa, além destes dois itens, ter a noção de que o papel da imprensa é fiscalizar.

O jornalismo não está ameaçado. Pelo contrário, está mais forte do que nunca. E depende de nós, profissionais em comunicação, para assim continuar independente de orientação sexual, ideologia ou postura social.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM