Encontro de gestores discute fortalecimento de TVs e rádios legislativas no país

Um encontro entre gestores e novos gestores de rádios e TVs legislativas discutiu, quarta-feira (27), ações de fortalecimento das emissoras no país. Reunidos em Brasília, na sede da Associação Brasileiras de TV e Rádios Legislativas (Astral), os responsáveis pelas emissoras e gestores de comunicação de 43 câmaras e assembleias se debruçaram na troca de experiências com dirigentes da Câmara dos Deputados e Senado, permitindo a consolidação de diretrizes necessárias para a ampliação da Rede Legislativa no Brasil.

Além de falar do sistema de nuvem, que permite a troca de conteúdo entre as emissoras legislativas, o diretor de Comunicação da Câmara, jornalista Osvaldo Lyra, disse que foi possível destacar a necessidade de que as rádios e tevês encontrem novos formatos de programação, que atraiam cada vez mais ouvintes e telespectadores, contribuindo, assim, para a aproximação entre parlamentares e a população, fortalecendo a democracia no país.

Pequenos municípios – “Foi um encontro muito proveitoso. Deixou lições, aprendizado, troca de experiência e proporcionou muitos bons contatos”, como disse Gerson de Castro, diretor da entidade.
O presidente da Astral, Wanderley Oliveira, destacou um projeto apresentado à Anatel para que a Rede Legislativa de TV seja levada aos pequenos municípios brasileiros com recursos públicos. Já está sendo estudada uma proposta para viabilizar a presença de emissoras comerciais em cidades cujos equipamentos analógicos foram adquiridos por prefeituras nas décadas passadas. A proposição apresentada pela Astral se junta à formulada pela ABERT, que defende os interesses da radiodifusão comercial.

O saldo remanescente dos recursos obtidos com o desligamento do sinal analógico seria utilizado para garantir o sinal de emissoras comerciais e legislativas em cidades com menos de 50 mil habitantes. A próxima reunião da Astral será realizada em São Paulo, durante o evento da ExpoSET, no final de agosto. Na ocasião, serão apresentadas as oportunidades da Ancine para a produção de conteúdo audiovisual em emissoras públicas e recursos de acessibilidade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM