Sindguarda pede apoio da CMS para regulamentação da profissão

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD), reuniu-se com o presidente do Sindicato dos Guardadores de Veículos Automotores do Estado da Bahia (Sindguarda), Melquisedeque de Souza. No encontro, na manhã desta segunda-feira (11), foram discutidas melhorias para a categoria.

De acordo com o presidente do Legislativo Municipal, é preciso dar melhores condições de trabalho aos guardadores. “São profissionais que estão ali para proteger e garantir a segurança dos nossos veículos. É preciso regulamentar a profissão, garantindo o cumprimento das leis trabalhistas e qualificação para o exercício da função”, destacou Geraldo Júnior.

O sindicalista pediu apoio dos vereadores para a regulamentação da profissão. “Nós temos projetos a serem construídos. Inclusive, tínhamos uma lei municipal que regulamentava a profissão de guardador, sancionada na gestão do prefeito Fernando José e revogada na gestão de Antônio Imbassahy”, ressaltou Melquisedeque de Souza.

Regulamentação – De acordo com o presidente do Sindguarda, a categoria conta apenas com uma regulamentação federal, a Lei nº 6.242/1975. “Hoje trabalhamos embasados nessa lei. É importante ter uma legislação municipal que atenda às nossas necessidades”, ressaltou Melquisedeque. A Lei nº 6.242, de 23 de setembro de 1975, regulamentou o exercício da profissão de guardador e lavador de veículos. No artigo 1º, a matéria diz que “o exercício da profissão de guardador e lavador autônomo de veículos automotores, em todo o território nacional, depende de registro na Delegacia Regional do Trabalho competente”.

Mudanças – Para Melquisedeque, a implantação da cartela digital contribuiu para melhorar o serviço, apesar de os trabalhadores temerem a perda de espaço. “Não temos como fugir da tecnologia. O que nós temos que fazer, na verdade, é nos adequar. Antes da divulgação e da implantação do aplicativo, os guardadores estavam muito preocupados, mas 90% dos usuários aguardam a cartela do guardador. E vai melhorar mais agora porque o guardador passará a ter uma máquina para imprimir a cartela na hora”, explicou o presidente do Sindguarda.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM