Madre de Deus: vereador critica política de isolamento feita pelo presidente da Câmara Municipal

A prática tem causado desconfiança da população e de parlamentares em relação ao atual presidente Paulinho de Nalva

Os trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Madre de Deus já começaram, mas ao contrário do que promete o slogan da nova gestão, o Poder Legislativo não vem estando de “portas abertas”, nem mesmo para os vereadores da Casa.

Na sessão ordinária desta terça-feira (12), por exemplo, o vereador e ex-presidente Marden Filho de Tutuca (PCdoB), cobrou mais atenção e respeito do atual presidente da Câmara, vereador Paulinho de Nalva (PRB), e da sua equipe de assessores e secretários.

“Eu não sei se é estratégia do vereador, acredito que não porque nós temos uma amizade extra política, mas a gestão de vossa excelência nesse primeiro mês vem criando um isolamento ao nosso mandato dentro desta Casa e eu acho que essa não é uma estratégia política correta”, disse.

Marden ainda lembrou que foi honesto com Paulinho de Nalva durante o processo de eleição da nova mesa diretora e ressaltou a importância da reciprocidade na condução dos trabalhos na Câmara.

“Nós dissemos que não votaríamos com Vossa Excelência, mas a partir do dia 1º de janeiro eu disse a Vossa Excelência que poderia contar com a contribuição do nosso mandato e foi assim que eu fiz todas as vezes que fui procurado”, explicou.

Diante da percepção do isolamento, Marden Filho de Tutuca deu entrada no Ofício 006/2019, deixando claro que não vai usar os veículos disponibilizados pelo Poder Legislativo sem que sejam com os motoristas do presidente e devidamente abastecidos, como diz o Regimento Interno da Casa e como prega a lei.

“Uma vez que o nosso mandato se sentir isolado, automaticamente a gente vai estar no campo da oposição dentro desta Casa e o nosso mandato no campo da oposição não será bom para ninguém”, ressaltou o vereador.

Ele ainda alertou para o fato de que existem pessoas da equipe e assessoria da Presidência que vem se utilizando de redes sociais para atacar diretamente o seu mandato.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM