Sílvio Humberto: “Fórum Social Mundial cumpriu a sua missão de apontar caminhos”

“Foram dias de fortalecimento da esperança e da concretude de um outro mundo possível”. Foi essa a definição do presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Salvador, vereador Sílvio Humberto (PSB), para a semana que abrigou, em Salvador, ativistas de todo o Brasil e de diversas partes do mundo, para a realização da 13ª edição do Fórum Social Mundial (FSM 2018).

O parlamentar acompanhou as discussões e marcou presença em várias atividades, além de ter feito parte de algumas mesas. “A realização do Fórum, na Bahia, foi um brado contra esses tempos temerosos que vivemos, de reduções graves de direito. Um contraponto a tudo isto e um momento rico para encontrar pessoas que acreditam em um outro mundo”, pontuou Sílvio.

O legislador, educador e também ativista do movimento negro baiano participou de mesas que debateram a capoeira (Capoeira e Ancestralidade); a educação (Educação Pública para a População Negra); e as possibilidades do campo da inovação (Roda de Diálogo Negritude em Inovações, do Instituto Nacional Afro-Origem – INAO). Além de ter acompanhado a Caminhada do Fórum Social Mundial, realizada no Centro da cidade.

Para o legislador, o Fórum cumpriu mais uma vez o seu papel de pontuar outras possibilidades de relações e de diálogos na sociedade, de mostrar a força do ativismo e de construir pontes para um outro mundo possível. “Embora insistam em nos fazer crer nisso, a história ainda não acabou. A lógica do capital e do mercado não é o fim de tudo. Podemos sim, construir outros caminhos, com processos voltados para as pessoas e para o bem viver comum. Nós acreditamos e continuaremos lutando por isso”, finalizou o Sílvio.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM