Facebook inclui combate a fake news e a discurso de ódio para 2018

Mark Zuckerberg, co-fundador e diretor-executivo do Facebook, apresentou para 2018 resoluções de Ano Novo bem diferentes das dos anos anteriores. Mas para o ano que começa foi bem menos focada na sua vida pessoal. Zuckerberg anunciou, na sua página no Facebook, que quer corrigir erros relacionados à rede social e proteger os usuários de discursos de ódio.

O Facebook tem sido alvo de críticas, principalmente por ser uma plataforma muitas vezes utilizada para a propagação de notícias falsas, as quais podem ter influenciado eleições como a dos Estados Unidos.

Outro problema da rede social é a disseminação dos chamados discursos de ódio e a existência de perfis falsos também voltados a influenciar campanhas eleitorais.

No Brasil, uma investigação de três meses da BBC Brasil, que deu origem à série de reportagens Democracia Ciborgue, identificou parte do mercado de compra e venda de contas falsas que teriam sido usadas para favorecer políticos no Twitter e no Facebook.

É impossível estimar o alcance desse mercado, mas sua existência nas eleições brasileiras de 2014 já alerta para um potencial risco na disputa no ano que vem.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM