“Bancos não cumprem Lei de Cotas para pessoa com deficiência”, diz Augusto Vasconcelos

Apesar de apresentar lucros bilionários, os bancos continuam discriminando e não contratam o número correto de pessoas com deficiência. A informação é de Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia. “O percentual de cumprimento da cota de contratação deste grupo nas cinco maiores organizações financeiras é de apenas 53,9%”, afirma o dirigente sindical.

De acordo com Vasconcelos, os bancos descumprem a Lei 8.213/1991, que estabelece o pleno exercício dos direitos individuais e sociais das pessoas portadoras de deficiências e a efetiva integração social. “Pelas cotas, as empresas deveriam contratar 20.647 empregados, mas são apenas 11.125”, afirmou.

Augusto Vasconcelos salientou que a entidade continua pressionando por igualdade tanto na contratação como no ambiente de trabalho.

“Os colegas nessa condição cumprem perfeitamente seu papel e assumem com eficiência as tarefas nas agências”, finalizou.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM