‘Inquérito no MP sobre irregularidades na Barra é um passo importante’, diz Marta

A vereadora Marta Rodrigues (PT) considerou, na terça-feira (20), um importante passo do Ministério Público Estadual a instauração de inquérito civil para apurar a denúncia de irregularidades nas obras de requalificação da Barra. “A população não pode ficar sem respostas em relação ao que está diretamente relacionada a ela, como qualquer obra de requalificação que seja utilizada verba pública. Denúncias dessa natureza precisam ser investigadas”, pontuou.

Na denúncia, feita através de delação premiada na Lava Jato, o ex-executivo da Odebrecht, André Vital, disse que houve irregularidades na licitação da obra e que foi entregue R$ 1,8 milhão em dinheiro vivo a um representante do prefeito ACM Neto em 2012, antes da eleição municipal.

Para a vereadora, as informações corroboram o que moradores da Barra já vinham reclamando: falta de compromisso com o projeto original apresentado pela prefeitura de Salvador, inclusive, por meio de stands disponibilizados no bairro aos transeuntes. “Uma obra que custou cerca de R$ 60 milhões mas não contemplou pontos prometidos no projeto merece uma investigação”, destacou Marta.

Em documento entregue aos vereadores pela associação Amabarra, em sessão itinerante da Câmara, no dia 27 de março, moradores alegam que o prefeito prometeu no projeto original, cabeamento e embutimento de fios elétricos, arborização e paisagismo, resolução para o problema de esgotos nas praias, valorização do comércio, sistema de microdrenagem, dentre outros. “Basta passear no local para ver que nada do que foi prometido foi feito. O bairro enfrenta graves alagamentos, bueiros vivem entupidos, em dias de chuva presenciamos esgoto em direção à praia, árvores foram cortadas e acimentadas, jardins extintos. Tudo isso são indícios de irregularidades”, acrescentou Marta.

No dia 5 de junho, os deputados petistas Robinson Almeida e Afonso Florence protocolaram uma representação no MP-BA pedindo a investigação de suspeitas de favorecimento da Odebrecht na licitação das obras da Barra.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM