O Exército e as fronteiras, por Cláudio Silva

No início deste ano foi anunciado que o Exército Brasileiro ocuparia as fronteiras nas áreas vazias entre o Brasil e a Colômbia. Os espaços vazios reforçam as ações criminosas. O tráfico de drogas é um imenso problema na extensa fronteira entre os dois países.

E no último dia 11 o Jornal O Progresso informou que o Exército Brasileiro, através da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada “Brigada Guaicurus”, fechou a fronteira de Mato Grosso do Sul, com a ação de 800 homens. A finalidade é coibir delitos transfronteiriços e ambientais.

Enfim, somos um país-continente. O Brasil possui 23.102 km de fronteiras, sendo 15.735 km terrestres e 7.367 km marítimas. Nada menos do que 9 países fazem fronteiras com o Brasil.: Ao norte: Suriname, Guiana, Venezuela e a Guiana Francesa. A noroeste a Colômbia. A oeste: Peru e Bolívia. A sudoeste; Paraguai e Argentina. E ao sul o Uruguai.

O Exército tem como missão preservar e garantir a defesa da pátria, zelar pelo cumprimento pleno da Constituição e pela manutenção da lei e da ordem. Em tempos de paz, uma das principais funções do Exército é defender as fronteiras brasileiras, garantindo a soberania nacional.

Somos um país com dimensões superlativas e há a necessidade de um aporte imensamente maior de recursos do Governo Federal no Exército Brasileiro neste sentido.

Entretanto, dentro das condições impostas os bravos integrantes do Exército Brasileiro cumprem com dedicação e amor à pátria esta missão.

Integridade, honradez, disciplina… São valores arraigados nas Forças Armadas.

Cláudio Silva é Mestre em Administração de Empresas e Oficial da Reserva do Exército Brasileiro

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM