Movimento Câmara Democrática lança propostas para disputar eleição na CMS

O grupo de vereadores denominado “Movimento Câmara Democrática” continua buscando viabilizar um nome para disputar o cargo da presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Salvador para o próximo biênio.

Composto pelos vereadores Leo Prates (DEM), Joceval Rodrigues (PPS), Isnard Araújo (PHS), Tiago Correia (PSDB) e Geraldo Júnior (SD), o grupo faz oposição ao atual presidente Paulo Câmara (PSDB).

Nessa quinta-feira (03), os vereadores lançaram propostas para uma possível gestão da Casa:

COMPROMISSOS PARA UMA CÂMARA DEMOCRÁTICA

ABERTA À PARTICIPAÇÃO POPULAR. EFICIENTE PARA OS VEREADORES, MELHOR PARA A CIDADE.

1) Propostas Legislativas

1.1) Fortalecimento do Colégio de Líderes, como fórum de deliberação, para que as decisões não sejam tomadas exclusivamente pelo Presidente;

1.2) Realização de debates amplos dos projetos do Executivo pelas comissões da Casa, através de audiências públicas com a população, divulgadas com antecedência. Cronograma de tramitação destes projetos será estabelecido pelo Colégio de Líderes;

1.3) Fortalecimento da Ouvidoria e da Tribuna POPULAR;

1.4) Criação da “Super – Terça” – Debates em plenário sobre projetos que tramitam na Casa. A oposição indicaria 2 oradores e a bancada do Governo 2 oradores. Seria feito antes do início dos tempos partidários, às terças, e no início da tramitação dos projetos na Casa;

1.5) Respeito na relação com os vereadores e com a população;

1.6) Resgate do Projeto Câmara Itinerante, como mecanismo de aproximação com a População;

1.7) Fortalecimento da descentralização dos debates das leis orçamentárias;

1.8) Lutar para a implantação da emenda impositiva.

2) Propostas Administrativas

2.1) Geração de conteúdo para o fortalecimento da TV Câmara;

2.2) Criação da Rádio Câmara;

2.3) Criar mais uma sala para as comissões na Câmara. Hoje, a Câmara só possui uma, o que é um problema para o funcionamento das mesmas;

2.4) Poder Democrático – Manter as portas abertas;
3) Transparência

3.1) Melhorar a transparência na Câmara de Salvador. Avançar até o final do biênio para que a Câmara seja uma das três mais transparentes do País;

3.2) Criar mecanismos para melhor compreensão da população sobre os projetos que tramitam na Casa, estimulando o debate e ampliando a transparência;

3.3) Criar novos mecanismos para divulgação dos trabalhos da Câmara e sua execução orçamentária.

4) Servidores

4.1) Valorização dos Servidores;

4.2) Criação de mesa permanente de negociação com os servidores da Câmara, com a participação dos Vereadores;

4.3) Realização de Concurso Público.

MOVIMENTO CÂMARA DEMOCRÁTICA
Isnard Araújo (PHS)
Geraldo Junior (SD)
Tiago Correia (PSDB)
Joceval Rodrigues (PPS)
Leo Prates (DEM

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM