Campanha salarial dos bancários injeta R$ 12,1 bi na economia

Mesmo com toda a intransigência do setor mais lucrativo da economia, os bancários conseguiram ajudar também o país a mover o ciclo econômico com a greve histórica de 2016. Isso porque os reajustes tirados para salários, vales e PLR total a duras penas impactam em R$ 12,118 bilhões à produção brasileira.

O reajuste de 8% nos salários mais abono de R$ 3,500 mil representa um acréscimo anual de cerca de R$ 5,771 bilhões, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Em seguida, vem a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), com injeção de R$ 5,470 bilhões nos próximos 12 meses e os reajustes de 15% e 10% nos auxílios alimentação e refeição, que trazem, juntos, mais R$ 877,525 milhões em um ano para a economia.

O primeiro impacto será sentido na antecipação do pagamento da PLR, creditada até 10 dias após a assinatura do Acordo Coletivo, marcado para esta quinta-feira (13).

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM