Camaçari: Caetano considera que venceu debate promovido por jovens evangélicos

No primeiro debate com a presença de todos os postulantes à prefeitura, o candidato pela coligação Camaçari do Povo, Luiz Caetano, se destacou como o único a apresentar propostas concretas para recolocar o município no caminho do desenvolvimento.

Promovido pela Juventude da Igreja Batista, nesta quarta-feira (21/09), o evento teve o objetivo de apresentar para a sociedade, em especial à comunidade evangélica, o plano de governo de cada candidato em áreas como mobilidade urbana, educação, saúde e segurança pública.

Durante todo o debate, Caetano destacou a importância da população eleger um gestor experiente, com propostas concretas e capacidade de tirar o município da crise em curto espaço de tempo. Entre as propostas apresentadas pelo prefeiturável, destaque para requalificação do transporte público, implementação do campus da UFBA, restruturação dos postos de saúde, implantação de uma central de videomonitoramento integrado e ronda 24h, além de tarifa zero para estudantes no transporte público aos domingos.

No quesito segurança pública, um dos temas prioritários do plano de governo de Caetano, o candidato destacou a importância de incluir a sociedade no processo de construção da paz. “Não basta somente fortalecer o trabalho policial. Para construir a paz de verdade é preciso que a prefeito chame para si a responsabilidade de ajudar o Estado nessa tarefa. É por isso que, a partir de janeiro, vou também firmar convênios com as instituições que desenvolvem trabalhos sociais no município. Nosso principal objetivo será proteger nossos jovens das drogas”, declarou.

No tempo reservado para as considerações finais, Caetano criticou a postura do candidato do DEM, Elinaldo, que se recusou a apresentar propostas e achincalhou o debate em diversos momentos. Além disso, ele arrancou aplausos, seguidos de um sonoro “Fora Temer” da plateia, quando afirmou que Elinaldo e Tude, que são, respectivamente, do DEM e PMDB, apoiam todas as maldades do governo Temer, entre as quais destacou o corte do Bolsa Famílias, a paralização do Minha Casa Minha Vida e a redução das verbas para a educação.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM