Exposição na Câmara Municipal valoriza 28 vereadoras de Salvador

O foyer do Centro de Cultura da Câmara será uma galeria aberta no lançamento da exposição virtual “Vereadoras de Salvador 1936-2016”, na tarde desta quinta-feira (25), às 16h. A mostra traz o perfil de 28 vereadoras que atuaram no período de 1936 até 2016. A exposição é uma parceria da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher com o Memorial da Casa.

Para a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), presidente da Comissão da Mulher, a homenagem é justa, pois as mulheres ainda estão sub-representadas, apesar dos avanços na legislação. “Nossa presença na política não expressa em números à importância que temos no desenvolvimento sociopolítico e econômico no país”, afirmou.

Conforme pesquisa do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA), os percentuais de vereadoras eleitas nas principais capitais do Brasil, em 2008 e 2012, foram de 12,5% e 13,3%, respectivamente, do total de candidatos eleitos. Em Salvador, o estudo aponta que seis mulheres foram eleitas em 2008, no total de 41 cadeiras, reduzindo para cinco, em 2012, de um total de 43 vereadores.

No lançamento haverá uma homenagem às ex-vereadoras e a exibição do vídeo da campanha “Seu Voto sua Voz. Mais Mulheres na Política”, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador Mário Alberto Simões Hirs, e o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), foram convidados para a solenidade.

A pesquisa contou com a participação da analista legislativo Iris Dourado; da assistente social e assessora da Comissão, Claudia Correia; da museóloga do Memorial, Rosângela Karine Esteves; e das estagiárias de História, Mayara Santos, e de Serviço Social Ilana Deiró e Nadiane Souza. A exposição será divulgada em setembro no portal da Câmara (www.cms.ba.gov.br), na TV Câmara e integrará o acervo do Memorial.

Pioneira entre 1936 e 2016, o estudo identificou 28 vereadoras, representando 18 siglas partidárias. A primeira vereadora foi a professora Laurentina Pugas, eleita aos 28 anos, pelo PSD, em 1936. No entanto, este seu primeiro mandato durou cerca de dois anos, já que com a implantação do Estado Novo em novembro de 1937, a Câmara foi fechada e só reabriu em 1948, mediante eleição popular, realizada em dezembro de 1947. Laurentina retornou à Câmara em seu segundo mandato, que perdurou até 1955, também pelo PSD. Em 1956, assumiu o seu terceiro mandato, pela UDN, quando permaneceu até 1959.

Atualmente, as vereadoras da Câmara Municipal de Salvador são Aladilce Souza (PCdoB), Ana Rita Tavares (PMB), Cátia Rodrigues (PHS), Kátia Alves (SD) e Vânia Galvão (PT).

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

FOLLOW @ INSTAGRAM