Médicos da UPA dos Barris fazem paralisação contra atraso salarial

Os salários do mês de junho de todos os funcionários da UPA dos Barris, que deveriam ser pagos até o 5º dia útil do mês de julho, ainda não foram pagos.

De acordo com informações da diretora do Sindimed e médica da unidade, Denise Andrade, inicialmente todos os funcionários iriam paralisar as atividades a partir desta terça-feira (12), com o objetivo de protestar contra o atraso salarial. Porém, após pressão por parte da gerência, a UPA retomou as atividades, realizando fichas, fazendo o acolhimento e triagem, e somente os médicos mantiveram a decisão pela paralisação e estão atendendo apenas os casos classificados como “amarelo” e “vermelho”.

Pela manhã, representantes do SindiSaúde e do Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia (Seeb) estiveram na unidade para apoiar os profissionais e buscar negociação.À tarde, o presidente do Sindimed, Francisco Magalhães também irá ao local.

Segundo Magalhães, após contato feito nesta terça-feira (12), com a Fundação José Silveira, empresa responsável pela gestão da UPA, foi informado que o pagamento será depositado até a meia noite de hoje. Dessa forma, os médicos ficarão atentos, e caso o depósito não seja efetuado, a paralisação será mantida.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM