Casos prováveis de dengue já somam 1,1 milhão neste ano, diz Ministério da Saúde

Representantes de órgãos do governo diretamente ligados ao combate do mosquito Aedes aegypti vieram à Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (19), para dar informações sobre os registros da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya no Brasil, além de apresentar as ações que estão sendo realizadas para prevenção dessas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Eles participaram de audiência pública na comissão externa da Câmara que acompanha as ações de combate ao zika vírus.

Estatísticas – O representante do Ministério da Saúde, Rodrigo Frutuoso, informou que o órgão já notificou 1,1 milhão de casos prováveis de dengue de janeiro a maio deste ano, com índice 1,5% superior ao mesmo período do ano passado. Houve 240 mortes por dengue confirmadas, enquanto 539 estão sob investigação.

Quanto ao zika vírus, foram confirmados 49.821 casos neste ano, dos quais 3,8 mil em gestantes. Houve três mortes confirmadas e 56 têm a causa em investigação.

Os casos de microcefalia investigados e confirmados, desde o ano passado até agora, chegaram a 1.326 casos, com predominância no nordeste. Já em relação à febre chikungunya, o Ministério da Saúde tem mais de 15 mil casos confirmados.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM