Maranhão não quer sair da presidência da Câmara dos Deputados

O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), disse há pouco ao chegar à Casa que não vai renunciar. “Sem renúncia. Vamos ajudar a governar nosso País”, disse Maranhão aos repórteres que o esperavam na entrada do prédio.

Mais tarde, ao conceder entrevista coletiva na Câmara, o primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, deputado Beto Mansur, disse que esse assunto está superado e que a pressão para que ele renuncie “é cada vez menor”.

Entenda o caso Na segunda-feira (9), Maranhão anulou a sessão do Plenário da Câmara que admitiu, no último dia 17, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Maranhão argumentou que os partidos não poderiam ter orientado a votação; que os deputados não poderiam ter anunciado os seus votos previamente; e que a defesa da presidente não poderia ter deixado de falar por último antes da votação do impeachment.

Maranhão explicou que o objetivo da medida era sanar vícios do processo de impeachment que, no futuro, poderiam se mostrar insanáveis. No fim da noite de segunda-feira, porém, o presidente em exercício recuou da decisão.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM