Sílvio Humberto denuncia atos de racismo na internet contra jornalista

Da tribuna da Câmara Municipal de Salvador, o vereador Sílvio Humberto (PSB) externou a sua indignação com os crescentes casos de racismos na internet, citando que só esta semana duas mulheres negras baianas foram vítimas: a jornalista Maíra Azevedo, criadora da personagem Tia Má, e a antropóloga Naira Gomes, uma das organizadoras da Marcha do Empoderamento Crespo. E chamou atenção para as dificuldades que as pessoas agredidas encontram para registrar queixas de racismo, por conta da burocracia.

“São dois fatos que demonstram que o racismo não tira férias e vem acontecendo nas redes sociais com pessoas com visibilidade, mais uma vez reafirmando que a discriminação racial não tem a ver com classe ou projeção social. O racismo desumaniza as pessoas, é considerar que o outro não é ser humano e esse tipo de visão precisa ser combatida e execrada da sociedade brasileira de uma vez por todas”, afirmou o vereador.

Militante do movimento negro e presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, Sílvio Humberto acredita que o melhor caminho para buscar a justiça seja denunciando as agressões virtuais. “O racismo provoca sequelas incuráveis, não é um simples maltrato, e não se resolverá com o pedido de desculpas, é um crime e os responsáveis precisam ser processados e punidos”, argumenta.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM