“STF livra o Brasil de um delinquente compulsivo”, declara deputado

O deputado Arnaldo Jordy (PA), vice-líder do PPS, disse nesta quinta-feira (05) que o STF (Supremo Tribunal Federal) fez um “grande favor ao país” ao afastar do mandato o deputado Cunha (PMD B-RJ) e consequentemente da presidência da Câmara.

“Embora atrasada, essa decisão livra o Brasil de um delinquente compulsivo”, reforçou Jordy, parafraseando a declaração do Procurador-Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, autor do pedido de afastamento do peemedebista junto ao Supremo.

Na avaliação de Jordy, decisão do relator da Lava-Jato, ministro Teori Zavascki, apesar de tardia, faz bem à Câmara dos Deputados, que vivia intimidada com a presença de Eduardo Cunha. “Esta Casa respirará melhor, sem a presença de Cunha. (A decisão) é um passo importante no sentido retornar à normalidade e à transparência dos trabalhos legislativos. Basta de chantagem, de intimidação nesta Casa”, afirmou o parlamentar.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

FOLLOW @ INSTAGRAM