José Trindade diz que prefeitura de Salvador tem “ânsia arrecadatória” na cobrança da taxa de lixo

O vereador José Trindade (PSL) apontou irregularidade na cobrança da Taxa de Lixo aos grandes geradores em Salvador. “Na ânsia arrecadatória, o prefeito está cobrando duas vezes pelo mesmo serviço” observa Trindade. De acordo com o Decreto nº 25.316/14, os grandes geradores de lixo, cuja produção é superior a 300 litros por dia, devem se responsabilizar pela coleta, transporte, tratamento, destinação dos respectivos resíduos sólidos e disposição final dos rejeitos, através da contratação de empresas terceirizadas cadastradas na prefeitura.

Em contrapartida, estão dispensados do pagamento da Taxa de Coleta, Remoção e Destinação de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD). “Essa taxa acresce cerca de 25% no valor cobrado do IPTU; só que os empresários, a exemplo daqueles que atuam na região da Avenida Tancredo Neves, estão se sentido extorquidos e afirmam, com razão, que não pagarão duas vezes pela mesmo serviço, o que está provocando uma redução na arrecadação do imposto”, observa Trindade. “Ora, os condomínios são cadastrados na Limpurb e, mesmo assim, recebem a cobrança embutida no IPTU, não acredito que possa ser um simples erro”, atesta.

Trindade esclarece que neste ano, por exemplo, o município registrou, somente no primeiro bimestre, redução na arrecadação do IPTU de 9% em relação a 2015, ano que teve perda de quase 30% em relação a 2014. “Isso é um absurdo; o neto de ACM procura várias formas para extorquir a cidade, deve ser por essa inconsequência que sobrar dinheiro para fazer festa, já que nunca explica a origem dos recursos para pagar altos cachês”, frisa. “Vamos ver agora como ele vai mandar seus subalternos aliados justificar”, ironiza Trindade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM