“Injusto é o prefeito ACM Neto e não a greve dos professores”, afirma vereador

O vereador Hilton Coelho (PSOL) classificou como um ataque à verdade a afirmação do prefeito ACM Neto, feita na terça-feira (08), que a greve dos professores da rede municipal de ensino é “injusta e injustificada”. “ACM Neto descumpre a lei do Plano de Carreira há mais de 9 meses, não garante reserva de jornada para o professor estudar, planejar as atividades docentes e ainda diz que vai cortar os salários. É isso que ele classifica como justo e justificado? ”, questiona.

“Há um ataque evidente à Educação de Jovens e Adultos (EJA). Uma cidade com mais de 900 mil analfabetos funcionais ter escolas e turmas de EJA, o prefeito ACM Neto e seu critério de justiça, comemora a redução de cerca de 32 mil matrículas, agora reduzidas para 16 mil. Temos professores e alunos para ampliar esse quadro e ele não o faz. Uma pessoa que administra assim não é a melhor para falar de justiça”, critica o vereador.

Membro da Comissão de Educação da Câmara Municipal, Hilton Coelho detalha que visitou “verdadeiras ‘saunas’ de aula que trazem prejuízos de saúde e pedagógicos afetando tanto os alunos quanto os educadores. Além disso, crianças são submetidas a um cardápio de merenda escolar quase diário de mingau e achocolatado. Escolas inacabadas são inauguradas e basta uma chuva para vermos a qualidade. Ele enviou um Plano Municipal de Educação para ser votado na Câmara Municipal sem discutir com a sociedade e com os educadores. Ele assegurou que faria Concurso Público para educadores no ano passado e continua precarizando e afetando a qualidade da educação por contratos REDA. Isso é injustiça e é por isso que os professores municipais foram à greve e ACM Neto finge não saber as razões”, finaliza.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM