Cunha diz a aliados que processo de impeachment não sai este ano

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse não ver chances de abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff neste ano. Segundo relatos de participantes do encontro, ele confidenciou entender que o impedimento perdeu apoio popular e criticou o PSDB, que deixou de apoiá-lo na semana do encontro. Cunha ainda afirmou acreditar que as contas do governo não serão rejeitadas pelo Congresso e disse ter negociado com o Planalto a aprovação da Desvinculação de Receitas da União (DRU) em troca da aprovação das emendas impositivas de bancada.

O encontro aconteceu na quarta-feira da semana passada na residência oficial da presidência da Câmara. “Comentando sobre a questão do impeachment, ele falou claramente que não vê nenhuma possibilidade de este impeachment sair este ano. Ele entende que o impeachment tem que ter um apoio popular grande, que enfraqueceu demais”, disse o deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), um dos aliados que compareceu ao jantar. “Mas não falou de prazo, de quando vai tomar a decisão dele. Se houver, é para 2016”. (Agência Estado)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM