Everaldo Augusto retoma denúncia de irregularidades na Salvamar

As irregularidades no serviço de salvamento aquático da cidade, denunciadas pelo vereador Everaldo Augusto (PCdoB), em junho de 2014, através de representação junto ao Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), serão apuradas pelo Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA). O encaminhamento é do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), órgão do MP-BA, que abriu inquérito civil e confirmou as informações do vereador.

Após enviar um engenheiro civil à sede da Coordenadoria de Salvamento Marítimo da Prefeitura de Salvador (Salvamar), órgão que é vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) e funciona no bairro de Patamares, o Gepam verificou que as condições de trabalho e a ausência de equipamentos adequados colocam em risco a vida dos profissionais.

De acordo com o Gepam “a piscina está deteriorada, oferecendo riscos aos seus usuários e a bomba está sem funcionar adequadamente, apresentando problema no filtro”. O órgão também ratificou outras irregularidades apresentadas pelo vereador, como ausência de equipamentos de primeiros socorros, falta de proteção do sol e da chuva nas barracas, ausência de sanitários, falta de veículos para deslocamentos nas praias e quadro reduzido de pessoal.

O vereador Everaldo Augusto espera uma ação enérgica do MPT-BA. “O abandono, as péssimas condições de trabalho dos profissionais de salvamento e o sucateamento dos equipamentos têm sido denunciados pelo nosso mandato insistentemente, seja através de audiência pública ou por meio da imprensa. Trata-se de um fator de risco que pode muito bem ser evitado. O verão está chegando e a praia é um dos poucos locais de lazer gratuito que a população tem. Esperamos que Ministério Público do Trabalho acione a prefeitura para corrigir as distorções e assuma sua responsabilidade. É melhor prevenir que remediar!”, destacou.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM