MP-BA ajuíza ação contra a Master Park por irregularidades nos estacionamentos do Centro Histórico

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), ajuizou nesta segunda-feira (09), uma ação civil contra a Master Park, gestora de três estacionamentos fechados localizados no Centro Histórico de Salvador: na Baixa dos Sapateiros, Ladeira do Pax e na Rua Ordem Terceira. Segundo a promotora de Justiça Joseane Suzart, a empresa presta serviços precários, em desconformidade com normas técnicas de higiene e segurança, e ainda cobra preços abusivos aos consumidores. Ela pede à Justiça que conceda decisão liminar determinando à Master Park uma série de medidas para sanar problemas de estrutura física e de procedimentos de segurança e condições sanitárias apontados por relatórios elaborados pelo Corpo de Bombeiros e a Vigilância Sanitária (Visa), e também para cessar a cobrança de taxa abusiva pela hora de estacionamento.

Entre as irregularidades e situação de precariedade encontradas pelos órgãos de fiscalização, estão a iluminação insuficiente, fiação elétrica exposta, extintores de incêndio vencidos, ausência de detectores de fumaça e de brigadistas, saída de emergência trancada, alarme de incêndio sem manutenção, paredes com infiltrações mofadas e sujas, falta de drenagem da água da chuva, fissuras na laje, vigas e pilares. Quanto à cobrança abusiva, a ação informa que a empresa cobra, em um dos seus estacionamentos, o preço de R$ 8 para a primeira hora, enquanto nos demais estabelecimentos ela cobra R$ 3.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM