“É difícil Dilma se recuperar”, diz FHC

Em entrevista a uma revista na sexta-feira (23), o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso avaliou que o Brasil não está perto do fim da crise, que ainda vai se agravar. Para ele, as chances de recuperação da presidente Dilma Rousseff são ínfimas. “Não vou dizer que não há possibilidade, mas que a probabilidade de recuperação é baixa, isso é”, afirmou.

O tucano considerou que o atual governo perdeu o rumo e o apoio da opinião pública, e agora “fica rodando em falso”. “Os governos não podem deixar de produzir resultados. Por que estamos no meio da crise? Porque nosso governo está deixando de produzir resultados”, disse. Para o ex-presidente da República, a atual recessão e crise econômica ainda podem se agravar. “Boa parte das pessoas que têm posição institucional importante está sob ameaça da Lava-Jato. E, para sair de uma situação intrincada como essa, vai ter de haver uma orquestração”, salientou.

Fernando Henrique defendeu a cassação da chapa de Dilma, por ter recebido dinheiro do Petrolão durante a campanha eleitoral, e o voto favorável ao impeachment, quando a questão for analisada pelo plenário da Câmara dos Deputados. Sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, FHC destacou que o petista está “enterrando a própria história” ao continuar a fazer “escolhas erradas” de forma persistente.
Memórias

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM