Vânia Galvão questiona critério de seleção de cargos comissionados da prefeitura

Após as últimas denúncias de corrupção na Prefeitura de Salvador, a vereadora Vânia Galvão (PT) fez ponderações e questionamentos. Conforme observa, primeiro, explodiram as denúncias do Ministério Público contra o secretário de Gestão, Alexandre Paupério, de ter atuado como lobista na operação que desviou cerca de R$ 40 milhões da Educação, além das suspeitas de corrupção quando atuou na Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), no governo de Paulo Souto.

“Agora, dois servidores são acusados de subtrair recursos das secretarias de Saúde (SMS) e de Promoção Social e Combate a Pobreza (Semps). O curioso é que a prefeitura não explica como e porque essas pessoas ocupavam estas funções. Ninguém indicou? São cargos de confiança. Quais os critérios do Município para selecionar e manter trabalhadores que atuam com dinheiro público? Não há fiscalização?”, questiona Vânia Galvão.

Para a vereadora, estas relações não estão claras. “Na condição de legisladora do município gostaria de saber das questões locais”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM