Everaldo Augusto é contra “blindagem” de Paupério

Ao tomar conhecimento da presença do secretário de Gestão, Alexandre Paupério, à Câmara Municipal de Salvador, para prestar esclarecimentos sobre as denúncias do Ministério Público da Bahia (MP-Ba), o vereador Everaldo Augusto (PCdoB) disparou: “O tempo da impunidade já passou! Não vamos aceitar a estratégia da situação de tentar blindar e inocentar o secretário, minimizando os fatos apurados pelo Ministério Público”.

Os vereadores da bancada de oposição já haviam dado entrada em requerimento no MP-Ba, na quinta-feira (17), solicitando o afastamento do secretário e uma auditoria nos contratos da pasta da gestão para averiguar a existência de nomes citados no quadro societário das empresas em que ele aparece como integrante: Brian Inovações, Consultoria e Assessoria Ltda, Digital Instituto de Tecnologia Ltda e Glia Comunicação e Criatividade.

Essas organizações receberam, de acordo com o MP-Ba, através de 17 contratos, R$ 18 milhões dos R$ 39 milhões desviados da Secretaria Municipal de Educação, no período de 2009 a 2012, “quando Paupério atuou como lobista e gerenciou os contratos realizados através da Fundação Escola de Administração (FEA), vinculada à Universidade Federal da Bahia”.

Everaldo, que é vice-líder da bancada de oposição na Casa, informou que entregará pessoalmente uma cópia do requerimento ao secretário.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM