“Discurso de estadista de Neto é rebatido com provincianismo de Rui”, afirma Heraldo Rocha

“Pegou mal a reação provinciana e deselegante do governador Rui Costa, ao discurso de estadista do prefeito ACM Neto que encantou a plateia na abertura do Enic”, diz o vice-presidente estadual do Democratas, Heraldo Rocha, sobre a raivosa reação do governador ao suceder as sóbrias e equilibradas palavras do prefeito, durante o ato que marcou o início do 87º Encontro Nacional da Indústria da Construção, no Teatro Castro Alves, na noite da última quarta-feira (23).

“Depois de começar sua fala com humildade, agradecendo a Deus, o governador Rui Costa mudou o tom, assustando a todos, com ataques gratuitos ao prefeito”, observa Heraldo. Segundo ele, a posição de Neto contra a CPMF deve ter mexido com os brios do governante petista. “Num evento nacional, Rui Costa preferiu tratar de questões paroquiais, sem perceber que a maioria da plateia era composta de empresários de todo o país”, assinalou.

“O governador, ao contrário de Neto, não correspondeu à tradição baiana de grandes oradores políticos, a exemplo de seu xará Rui Barbosa, João Mangabeira, Aliomar Baleeiro, Tarcílio Vieira de Melo e tantos outros”, lembra o líder democrata, destacando que o pronunciamento do governador se arrastou enfadonhamente, só surpreendendo pela ausência de elogios à presidente Dilma Rousseff.

“Rui não se arriscou, como o ministro Gilberto Kassab, que era vaiado toda vez que fazia qualquer menção de elogiar Dilma. Ele preferiu ser o Rui Neoliberal, defendendo menos estado”, assinalou Heraldo Rocha, acrescentando que, embora tenha citado o corte de alguns cargos em seu governo, o governador Rui Costa ainda precisa dar exemplos mais convincentes de que quer menos estado. “Está na hora de cortar os milhares de aliados e eliminar várias secretarias desnecessárias. Querer tirar onda agora de ser o novo Caçador de Marajás, Rui, não convence ninguém, O povo já viu este filme antes”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM