‘PT institucionalizou a corrupção para se manter no poder’, afirma Aécio Neves

Em entrevista nesta segunda feira (21), o senador Aécio Neves voltou a criticar o PT e a presidente Dilma Roussef sobre os casos de corrupção na Petrobras. Ele comentou os rumos da 19ª fase da Operação Lava Jato, que condenou o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto a 15 anos e quatro meses de exclusão, o ex-diretor de Serviços da empresa Renato Duque a 20 anos e oito meses e mais outros oito réus.

“Com a condenação hoje do primeiro agente político de todo esse processo que estabeleceu-se chamar de Petrolão, assistimos à condenação de todo um esquema institucionalizado de corrupção que o PT estabeleceu no país para se manter no poder”, afirmou Aécio Neves.

O senador destacou que, além de bilhões de reais desviados dos cofres da Petrobras, o esquema de corrupção liderado pelo PT retirou dos brasileiros a crença de que a política pode ser um instrumento de transformação, onde a honestidade seja uma regra, e não uma exceção.

“Se apoderaram do Estado nacional com um objetivo: se manter no poder. A utopia foi jogada fora. E o mais grave é que roubaram a alma dos brasileiros, a crença das novas gerações na atividade política. Não existe futuro para uma sociedade sem democracia, sem que os cidadãos façam suas opções com liberdade. No momento em que se apodera das empresas públicas para influenciar no processo eleitoral, tira-se dos brasileiros essa liberdade para escolher o seu próprio destino”, criticou Aécio Neves.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM