“O bom senso diz que o prefeito deve afastar Paupério enquanto correm as investigações”, afirma Lessa

Durante sessão no plenário da Câmara Municipal de Salvador, nesta terça-feira (22), o vereador Arnando Lessa (PT) reiterou que nenhum dos membros da oposição está acusando o secretário municipal de Gestão, Alexandre Paupério, mas sim cobrando explicações do prefeito ACM Neto (DEM) sobre as acusações feitas contra o gestor pelo Ministério Público do Estado da Bahia.

“Quem acusa é o Ministério Público. Estamos cobrando explicações. O prefeito quando comentou sobre a denúncia, disse que Paupério foi indicado para a pasta pela Faculdade de Administração. Fomos até lá e o diretor nos disse que nenhum professor daquela faculdade teria participado dessa indicação”, afirmou Lessa.

Para o vereador, a pasta a qual Paupério atua é uma das mais importantes do Executivo Municipal por lidar com centenas de contratos. Por conta disso, deveria ter consciência de pedir o seu afastamento até que seja provada sua inocência. “É uma secretaria com enorme volume de contratos. Há de se perguntar: Paupério, com essas acusações quando era da Fapesb, mudou as táticas quando se tornou secretário do município? Agora ele age com transparência e preocupação com a gestão pública? O bom senso diz que o prefeito deveria afastar o secretário enquanto acontece as investigações”, acrescentou.

Pauperio é acusado pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) de participar de um esquema que desviou quase R$ 40 milhões da Secretaria de Educação de Salvador durante a administração do ex-prefeito João Henrique. Pesa ainda sobre os ombros do secretário o fato dele já ser alvo do MP por malversação do cofre público, quando esteve à frente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), entre 2003 e 2006, na gestão do ex-governador Paulo Souto. Por conta disso, o MP-BA, se baseando em relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), quer o ressarcimento de danos aos cofres públicos e pediu a indisponibilidade de bens do secretário.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM