Projeto de Valmir garante inclusão de João Pedro Teixeira no rol de heróis da pátria

valmir_assuncaoA Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3700/12, do deputado baiano Valmir Assunção (PT-BA), que inscreve o nome de João Pedro Teixeira no Livro dos Heróis da Pátria. A proposta já sido aprovada pela Comissão de Cultura em 2012 e agora segue para o Senado. “Muitos não sabem, mas João Pedro Teixeira foi um líder campesino, que morreu assassinado com três disparos em 1962. Ele foi vítima de uma emboscada planejada por latifundiários do estado da Paraíba, lá criou a primeira liga camponesa”, aponta Valmir. As Ligas Camponesas foram criadas inicialmente como associações e tinham objetivos definidos, que eram prestar assistência social e defender direitos de arrendatários, assalariados e pequenos proprietários rurais.João Pedro Teixeira

Nascido em 4 de março de 1918, no distrito de Pilõezinhos, município de Guarabira, a 90km da capital paraibana, João Teixeira foi um ativo militante das causas camponesas no final dos anos 50. Ele foi casado com Elisabeth Teixeira, com quem teve 11 filhos. De acordo com informações, na justificativa do projeto de lei, Assunção aponta que a atuação em defesa dos trabalhadores rurais no Nordeste aproxima a história de Teixeira com a do acriano Chico Mendes, que ganhou notoriedade por batalhar em defesa do seringal e do meio ambiente na região amazônica. O Livro dos Heróis da Pátria é conhecido como o “Livro de Aço”, por causa do material em que é confeccionado. Está exposto no Panteão da Pátria, em Brasília, e homenageia que tenham oferecido a vida à Pátria. Entre os nomes inscritos estão Tiradentes, Zumbi dos Palmares e Santos Dumont.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM