Home Office: funcionários da Prefeitura de SP vão trabalhar em casa para reduzir custos

homeoficeA Secretaria de Finanças de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo autorizou funcionários a trabalhar de casa a partir de setembro. O objetivo é reduzir custos com espaço e equipamento e aumentar a eficiência. Os servidores que forem escolhidos para fazer home office terão uma meta de desempenho 20% maior do que a de quem fica no escritório. Também será necessário que o funcionário se organize para trabalhar entre 8h e 19h, mesmo em casa.

Há requisitos para que os funcionários possam se candidatar. Segundo a decisão publicada no Diário Oficial da cidade na quinta-feira (26), não podem trabalhar de casa os funcionários que tenham sido repreendidos ou suspensos nos últimos dois anos, nem aqueles que tiveram faltas injustificadas nos últimos 12 meses.

O esquema de home office ainda exige que o empregado cumpra pelo menos 8 horas por semana nas dependências da Prefeitura. Para controlar a frequência, ele deve continuar preenchendo as folhas de ponto.

O secretário Rogério Ceron de Oliveira explicou como será feito o acompanhamento. “Vai ser feito o monitoramento eletrônico das horas de acesso desse servidor ao sistema, o que permite o monitorar se de fato o servidor está desempenhando a atividade e se ele conseguiu entregar os resultados que foram pactuados”, disse.

Os funcionários que cuidam do sistema de computadores da Prefeitura serão os primeiros a testar o home office.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM