Médicos da UPA de Escada encerram greve

SaudeApós 47 dias de greve, os médicos da UPA de Escada, no subúrbio ferroviário, voltam ao trabalho nesta quarta-feira (26). Uma assembleia, na noite de ontem (25), definiu pela suspensão da greve, após avaliar positivamente o acordo definido na negociação ocorrida pela tarde, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

A nova audiência de conciliação obteve êxito sobre as pendências que a gestora terceirizada Pró-Saúde ainda insistia em impor, sendo a principal delas o desconto dos dias parados. A reunião no TRT foi presidida pela desembargadora Nélia de Oliveira Neves, vice-presidente do Tribunal e acompanhada pelo procurador regional do Ministério Público do Trabalho, Jairo Sento-Sé. A conciliação será oficialmente homologada no dia 1º de setembro.

Entre as conquistas asseguradas com a greve, destaca-se a contratação de mais um ortopedista para o turno da noite, a regularização dos vínculos trabalhistas com base na CLT, com Carteira assinada e o reajuste salarial, que deve corrigir parcialmente a defasagem que é superior a dois anos. Tais reivindicações, entretanto, já estavam acordadas desde a reunião do dia 7 de agosto. Além disso, os médicos reafirmaram a importância da contratação de um clínico para reforçar a equipe frente à demanda atual da unidade.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM