Comissão de Empreendedorismo discute turismo em Salvador na CMS

empreend_cmsA Comissão Especial de Desburocratização e Incentivo ao Empreendedorismo da Câmara Municipal de Salvador debateu alternativas para impulsionar o turismo na capital baiana, em audiência pública, nesta segunda-feira (24), no Edifício Bahia Center, anexo da Casa Legislativa.

O presidente do colegiado, vereador Leo Prates (DEM), dirigiu o debate público e reforçou o papel da comissão na busca de promover o empreendedorismo em Salvador, em meio à crise econômica no país. “Pretendemos estimular medidas legais para incentivar o empreendedorismo. Para isso, contamos com uma equipe interna, formada por vereadores, e uma externa, com os integrantes do conselho consultivo. Muitas vezes, o setor produtivo é reativo às ações da Câmara. Queremos inverter esse papel: trazer o setor produtivo para acompanhar a vida da Câmara Municipal para que não seja pego de surpresa com o trabalho da Casa Legislativa”, argumentou Prates.

Para o vereador Claudio Tinoco (DEM), integrante da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Câmara de Salvador, o Brasil perdeu uma “grande oportunidade” de se mostrar como um atrativo turístico em potencial na Copa do Mundo de 2014.

A Comissão de Desburocratização e Incentivo ao Empreendedorismo, segundo Tinoco, veio suprir uma lacuna do Legislativo soteropolitano. “Faltava a esta legislatura mobilizar a cidade em prol de temas de interesse da cidade. O Município de Salvador carece de estrutura e sofre com os problemas econômicos. Por outro lado, esta administração municipal tem melhorado sensivelmente as condições econômicas, organizado a cidade e melhorando a autoestima. A Câmara tem um papel fundamental de desburocratizar para o empreendedor em turismo e diminuir as dificuldades para os cidadãos de Salvador”, ponderou.

A secretária municipal de Desenvolvimento e Turismo, Andrea Mendonça, apresentou os projetos da pasta e ressaltou a necessidade de “estabelecer pilares e prioridades para alavancar o turismo na capital baiana”. A titular destacou o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável e Inovação, destinado a empreendimentos não residenciais e de uso misto a serem implantados, reformados ou ampliados nas áreas do Centro Histórico, Barra, Comércio e Península de Itapagipe.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

FOLLOW @ INSTAGRAM